Piso de Revestimento Cerâmico

A importância da impermeabilização
6 de novembro de 2018
Limpeza de Fachada
17 de dezembro de 2018

Piso de Revestimento Cerâmico

Quando a gente fala de revestimento de piso, principalmente o revestimento externo de uma área comum, de um salão de festa, de uma área de lazer, você deveria acrescentar pelo menos mais duas características importantes que a e resistência à abrasão superficial, um piso desse precisa ter esse tipo de resistência para garantir que o tráfego local não vai danificá-lo e resistência ao manchamento que é outra caracterização da NBR 13.818, que é muito relevante em áreas externas.

A pessoa não deve se abrir mão de um bom projeto de revestimento.

O sucesso de aplicação de revestimento cerâmico em uma área externa, mesmo sendo para piso, depende muito de:

  • Um bom detalhamento;
  • De uma boa especificação de material
  • De um bom projeto de paginação;
  • Juntas de dessolidarização;
  • Juntas de movimento.

Se não vai acontecer: retenção de água, fissuração em piso, manchas e florescências e comprometimento do uso.

Mais importante do que a marca que você vai usar é a qualidade da pedra a característica da placa cerâmica você vai usar.

Recomendo upgrade de resistência manchamento e upgrade de resistência à abrasão superficial, lembrando que você precisa de um piso que tenham um coeficiente de atrito adequado a esse tipo de local. A norma fala em placas antiderrapante com coeficiente de atrito acima de ponto 0.4.

Quando é pouco utilizado, seja por chuva ou seja por ar-condicionado, ele gera um extremo risco de acidente. Em um parquinho, por exemplo de criança, você vai ter crianças correndo crianças andando, em um piso liso ou no piso molhado ou seja foi uma aplicação absolutamente inadequada.

A deficiência de drenagem ela além de gerar um transtorno funcional ela gera transtornos estéticos, manchas e florescências e comprometendo esteticamente a função do piso e funcionalmente à sua função que é de garantir segurança aos usuários.

  • Um bom projeto;
  • Um bom detalhamento;
  • Especificação de material;
  • Um piso antiderrapante compatível com a área mesmo sendo interno, porque normalmente essas áreas comuns elas são muito laváveis;
  • Resistência ao tratamento;
  • Resistência ao manchamento;
  • Expansão por umidade são características comuns simples.

Alguém pode pensar,

“O custo de todos esses ensaios desse controle tecnológico não cabe no meu bolso”.

Cabe, esse investimento é absolutamente irrelevante diante o investimento de fazer uma troca, uma substituição do revestimento.

Seja um salão de festas na área externa de um piso, seja uma fachada como essa nos dois casos esse controle tecnológico, não vai deixar você, nem mais rico nem mais pobre, pode ter certeza absoluta disso.

Grande abraço pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco